Você sabe o que significam as taxas GRIS e ADValorem?

terça-feira, 11 fevereiro, 2020

Autor: Sani Pires – Marketing Digital

No transporte de carga a composição do preço do frete leva em consideração algumas taxas, dentre elas temos, taxas de coleta, taxa de dificuldade de entrega, ou dificuldade de acesso, taxa para ajudante na carga e descarga, taxa de paletização, e muitas outras taxas que são necessárias para cobrir os custos que a transportadora terá para atendimento de uma demanda de transporte. Para que possamos entender como deve funcionar a precificação de um frete, devemos pensar sempre que uma empresa deve imaginar sempre todos os cenários que gerem algum tipo de custo que onere a empresa, e considerá-los na hora de definir o seu calculo do seu frete, afim de que em uma eventual situação desfavorável os custos estejam de acordo e garantidos para a saúde financeira da mesma. Porém essas são taxas que facilmente entendemos o que são, mas existem algumas taxas que causam muita duvida na hora que recebemos uma cotação de transporte, como é o caso das taxas de GRIS e Ad-valorem. Portanto neste artigo iremos abordar sobre este assunto.

Então começaremos entendedo o que é a TAXA GRIS. Gris nada mais é do que a taxa que representa os custos com Gerenciamento de Risco, uma taxa essencial principalmente quando a carga tem alto valor agregado.São inúmeros riscos que a carga, o veículo e até mesmo o motorista estão sujeitos durante o trajeto de entrega de um produto, sendo eles acidentes, roubos, furtos e até mesmo avarias. O gerenciamento de risco tem a função de identificar, analisar, avaliar e tratar os possiveis riscos, afim de minimizar as possibilidades de incidentes com a carga.Existem empresas especialistas em gerenciamento de risco que se utilizam de tecnologias que auxiliam na prevenção desses riscos. Algumas dessas tecnolgias são: Rastreamento, Monitoramento, Alerta de pânico, Acesso remoto para bloqueio da ignição, travamento automático das portas, acionamento das sirenes, e em alguns casos até mesmo acionamento aos orgãos de segurança. A empresa seguradora muitas vezes fazem certas exigências para o gerenciamento de risco que deverá ser cumprido pela transportadora afim de evitar os sinistros. Por isso, é sempre importante estar atendo as exigências da apólice e assim garantir que a carga esteja segurada pela agência. Essa taxa compõe a taxa do Advalorem que explicaremos logo em seguida, ela é uma taxa cobrada sobre o valor da nota fiscal, porém ela pode ser adaptada de acordo com as necessidades, levando em consideraçãoas variaveis de consulta ao cadastro de motorista, tipo de mercadoria (se são frágeis, perecíveis, vivas, medicamentos, tecnologia), instalação de rastreadores, necessidade de monitoramento entre outras.Portanto, quanto menor o risco da carga ser roubada, menos exigências por parte da seguradora, menos custos de gerenciamento de risco, ressultando assim uma taxa menor de GRIS. Então agora que já entendemos o que é GRIS, entraremos no assunto sobre ADValorem: Advalorem é a taxa que representa o custo referente ao seguro da carga. A responsabilidade pela integridade da mercadoria que esta sendo transportada, é estabelecida pela lei que compete a Transportadora, emissora do Conhecimento de Transporte. Então, para que ela possa atuar de forma segura afim de apresentar lucro ao final da operação, ela deve se precaver de algumas maneiras, dentre elas destacamos a contratação de um Seguro de Transporte de Cargas. Existem alguns tipos de seguros, e abaixo destacamos eles para que você verifique na apólice fornecida pela sua transportadora o que esta coberto ou não pela apolice na sua carga.agencia seguradora. 

  • RCTR-C (Responsabilidade Civil sobre o Transporte de Carga) Este é um seguro obrigatório, que protege contra acidentes decorrentes do transporte de carga.
  • RCF-DC (Responsabilidade Civil Facultativa do Transportador Rodoviario por Desaparecimento de Carga) Este é um seguro que não é brigatório, mas lhe preotege contra roubo de carga.
  • Indenizações (avarias, violações de mercadoria, extravios, furtos, roubos no deposito, alagamento, greves, motim, entre outras) São indenizações decorrentes de algum tipo de incidente, previsto na negociação, não há exigências para essas indenizações, mas normalmente elas estão previstas nas negociações, portanto atente-se a elas.

 Para se chegar ao cálculo dessa taxa, deve-se levar em consideração o peso da mercadoria, tipo de carrceria, tipo de estrada, necessidade de manuseio da carga podendo gerar avarias, se a região apresenta risco, e tudo mais. Existe uma tabela estabelecida pela ANTT (Associação Nacional de Transporte de Carga) que define alíquotas para se calcular essa taxa sobre o valor da nota fiscal, levando em consideração a distância percorrida (km), conforme abaixo, porém, essa tabela não é obrigatória e a transportadora tem autonomia para aplicar a alíquota que achar mais adequada a seus custos.                          

Distância (km)                              Alíquota (%)                             

1 a 250                                      0,30                             

251 a 500                                            0,40                           

501 a 1000                                          0,60                           

1001 a 1500                                        0,70                           

1501 a 2000                                        0,80                           

2001 a 2600                                        0,90                           

2601 a 3000                                        1,00                           

3001 a 3400                                        1,10                           

Acima de 3400                                    1,20                           

Coletas e Entregas                             0,15 

Vamos então a um exemplo prático:       

PRODUTO A PRODUTO B     

Valor de Mercadoria = R$ 1 milhão               Valor de Mercadoria = R$ 5 mil    Peso da Carga = 800 KG                                    Peso da Carga = 800 KG    Distância = 600 KM                                            Distância = 600 KM    Tarifa aplicada (%) = 0,60              Tarifa aplicada (%) = 0,60      Cálculo =  1 milhão x 0,60%                             Cálculo = 5 mil x 0,60%    Advalorem = R$ 6.000,00   Advalorem = R$ 30,00 

RECAPITULANDO ENTÃO O QUE APRENDEMOS NESSE ARTIGO:

E com isso finalizamos então o que significa GRIS e Ad-valorem, mas o mais importante é que entendamos que todos os custos para a segurança e gerenciamento de risco sejam consideradas na hora de estabelecer a taxa sobre o valor da nota fiscal, afim de compormos a precificação do frete, e assim garantirmos um resultado financeiro positivo para a transportadora e também evitarmos transtornos para o cliente. Espero que este artigo tenha sido útil para a sua rotina. Até o próximo tema!


Obedy Candido Vieira, 801 Dist. Ind. Cachoeirinha
contato@transordi.com.br
51 3438.0177 | 3438.0178
Facebook